sexta-feira, 22 de junho de 2018

Nº 24.441 - "Queda de credibilidade no judiciário faz STF puxar rédeas da Lava-Jato"

.

22/06/2018

Queda de credibilidade no judiciário faz STF puxar rédeas da Lava-Jato
22 de Junho de 2018


Do Brasil 247 - 22 de Junho de 2018



por Laurez Cerqueira

Laurez CerqueiraO ministro Luís Roberto Raivoso, aquele que anda acima da lei pisando nas nuvens com seu sapato Luiz XV, de mãos dadas com o procurador Deltan Dallagnol e o juiz Sérgio Moro, na carruagem flutuante da Lava-Jato, deve ter sentido a puxada de rédeas da Corte em duas decisões recentes: a ilegalidade da prisão em segunda instância e a absolvição por unanimidade de Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo.

É possível que a percepção da população, captada nas recentes pesquisas de opinião sobre o judiciário, tenha levado os jurebas a aterrissarem do sonho de semideuses.

Foram longe demais na ilegalidade. As nuvens que sustentavam a Lava-Jato viraram água, enxurrada.

Não só Luís Roberto Raivoso, mas o juiz Sérgio Moro está visivelmente nervoso. As palestrinhas nos salões foram reduzidas a pó diante da imensa repercussão internacional da prisão ilegal do ex-presidente Lula.

Sérgio Moro e o grupo de procuradores e policiais formado para a Lava-Jato convivem com a forte suspeita de serem mesmo uma articulação tucana para fins políticos partidários.

A pesquisa CNT/MDA deve ter tirado o sono de muita gente do judiciário. Se é que se incomodam com desprestígio.

Para 55,7% da população a Justiça no Brasil é (ruim ou péssima); 52,8% não confiam no Judiciário; e para 90,3% a Justiça brasileira não age de forma igual.

Os "fora da lei" deram com a carruagem na enxurrada. A Lava-Jato, que seria uma extraordinária oportunidade de combate à corrupção foi desviada para um caminho marginal e a credibilidade sucumbe no pântano da política de quinta.


Laurez CerqueiraAutor, entre outros trabalhos, de Florestan Fernandes - vida e obra; Florestan Fernandes – um mestre radical; e O Outro Lado do Real

.