terça-feira, 14 de março de 2017

Nº 20.982 - "LULA: TEMER ESTÁ TIRANDO TUDO O QUE O POVO TEM"


14/03/2017


LULA: TEMER ESTÁ TIRANDO TUDO O QUE O POVO TEM



Brasil 247 - 14 DE MARÇO DE 2017 ÀS 05:28




O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou duramente a reforma da Previdência da administração de Michel Temer, afirmando que ele e seus aliados "estão tirando tudo o que o povo tem"; "Querem cortar a aposentadoria, enquanto continuam tomando banho de piscina. Corta aposentadoria, corta Prouni, corta Fies, corta dinheiro da saúde, corta financiamento", afirmou Lula, aplaudido pela plateia no 12º Encontro Nacional dos Agricultores Familiares, ontem à noite em Brasília; no evento, Lula convocou os brasileiros a protestar contra a perda de direitos: "Temos que mostrar para eles que nós aprendemos a conquistar coisas e que não queremos voltar atrás. Dia 15 tem manifestação, e nós vamos mostrar a eles"


247 - Em discurso na noite desta segunda-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a criticar a reforma da Previdência da administração de Michel Temer, afirmando que ele e seus aliados "estão tirando tudo o que o povo tem".

"Querem cortar a aposentadoria, enquanto continuam tomando banho de piscina. Corta aposentadoria, corta Prouni, corta Fies, corta dinheiro da saúde, corta financiamento", afirmou Lula, aplaudido pela plateia no 12º Encontro Nacional dos Agricultores Familiares. No evento, Lula convocou os brasileiros a protestar contra a perda de direitos: "Temos que mostrar para eles que nós aprendemos a conquistar coisas e que não queremos voltar atrás. Dia 15 tem manifestação, e nós vamos mostrar a eles".

O petista se disse disposto a viajar o Brasil para "alertar o povo brasileiro sobre o que está em jogo" nas reformas propostas por Michel Temer, que ele ressaltou ter assumido o poder ilegitimamente. 

"Eu achei que o golpe era contra o PT...mas não. O golpe era porque incomoda muito a alguns o fato de um filho de uma agricultora familiar ter acesso à na universidade. Eles agora querem tirar o que vocês conquistaram. Não vamos deixar”.

Lula também defendeu a importância dos trabalhadores rurais: “Se o povo comesse cimento, eu faria estrada. Mas o povo come feijão, pão, bebe leite. Por isso, temos que acabar com a fome. Eu acho que essas pessoas que agora ocupam o governo não têm conhecimento do significado da importância dos trabalhadores rurais".

Lula voltou a cobrar a paternidade da transposição das águas do rio São Francisco, lembrando que o projeto só saiu do papel em seu governo. 

"Sabe por que só eu comecei a fazer essa transposição? Porque só eu, de todos eles, já carreguei lata d'água na cabeça morrendo de sede", disse o ex-presidente. 

.