sábado, 18 de junho de 2016

Nº 19.668 - "Globo: Quem pariu o Temer que o embale!"

.

18/06/2016

 

Globo: Quem pariu o Temer que o embale!


Palavra Livre - sábado, 18 de junho de 2016



 
 
Por Davis Sena Filho
 
 
O Globo e suas Organizações (?) exemplificadas na TV Globo e seu Jornal Nacional, na Globo News, com seus especialistas de prateleiras, na CBN, na revista Época, no G1 da internet e até mesmo na Rádio Globo, não estão para aturar brincadeiras quando se trata de seus interesses políticos, econômicos e ideológicos. Porque se tem uma coisa que as tais Organizações(?) tem de sobra é ideologia. Não se enganem os mais afoitos, desavisados e desinformados. Sempre disse que Lula e Dilma jamais deveriam buscar acordos e diálogos com essa gente, porque não é salutar e bom para a saúde tentar se aproximar de escorpiões e muito menos receber abraço de ursos quando tais bichos estão a sair de longa hibernação de 13 anos fora do poder.

Porém, como eu dizia, os irmãos Marinho não estão a brincar, principalmente no que tange ao golpe bananeiro e terceiro-mundista de estado, que teve como seu principal alicerce as empresas midiáticas da família midiática, que, vale lembrar e ressaltar, está a combater, sem dar tréguas, os governos trabalhistas de Lula e Dilma desde quando o líder petista assumiu o poder central da Nação nos idos de 2003.

Além disso, para quem pensa, equivocadamente, que este golpe criminoso é mais uma aventura para os ordinários ministros golpistas do traidor e usurpador Amigo da Onça, vulgo michel temer (seu nome sempre é escrito em minúsculo por se tratar de uma peçonha vulgar e, com efeito, um pigmeu moral, político e citadino), está redondamente enganado, o que denota falta de conhecimento e de entendimento sobre o caráter golpista dos coronéis midiáticos, especialmente no que diz respeito aos donos do oligopólio Globo.

Os irmãos Marinho e seus monstrinhos (jornalistas) criados em suas redações onde aprenderam a fazer maldades e a derrubar governos eleitos pelas urnas constitucionalmente soberanas, mas que contrariam seus patrões, não vão aturar e permitir que políticos golpistas e de direita ponham tudo a perder, como ocorre com os ministros do golpista temer, que caíram.

Mas por que o Globo age assim, se os golpistas do PMDB e de outros partidos seguiram ao pé da letra o almanaque do golpe violento e bananeiro? Respondo: porque mais do que eles terem cometido um crime que envergonha a humanidade e a democracia, querem, na verdade, livrarem-se da cadeia, bem como, com o passar do tempo, vender novamente o Brasil como fizeram no sombrio e tenebroso Governo FHC – o Neoliberal I.

Só que a cúpula midiática não vai arriscar a cabeça do traidor michel temer por causa de lideranças políticas e ministros pegos com a mão na botija. Não porque confie nele ou o respeita, mas, sobretudo, porque Dilma Rousseff e o PT podem reverter o quadro draconiano e, consequentemente, reconquistar o poder pelo Senado. A volta de Dilma certamente causará problemas aos golpistas da imprensa privada que dependem, e muito, da publicidade e propaganda e dos créditos bancários dos bancos públicos e das empresas estatais.

As Organizações(?) Globo é o estado dentro do estado e, como ele, vive do dinheiro do contribuinte. Essa gente adora aquela frase cretina e meritocrática: "Não existe almoço grátis". Todavia, quando controlam o poder, o estado se torna patrimonialista, sectário e antidemocrático. Trata-se de um pessoal que nunca se deve levar a sério, pois seus propósitos somente se baseiam em conveniências que garantam seus benefícios e privilégios. Sempre se comportaram dessa maneira tais escravagistas.

A verdade é que são eles e não o povo que devem de desestatizar e parar de enganar o público despolitizado, principalmente o de classe média. Lula e Dilma fizeram o que tinha de fazer: democratizaram o estado para servir a todos o brasileiros, realidade esta que causou rancor e ódio à casa grande e aos coxinhas tão reacionários quanto às "elites" brasileiras.  

Só que tem um grande problema para esses medíocres golpistas desprovidos de projeto de desenvolvimento para o País e que nunca pensaram o Brasil, pois somente tem como propósito saquear as riquezas das estatais brasileiras para viver como nababos e paxás.

O problema é que os irmãos Marinho são plutocratas e a questão deles é ideológica e econômica, sendo que ideologia é como religião, porque difícil alguém mudar de opinião ou abrir mão dela, se tem, realmente, essência de pensamento e projeto de sociedade e país a ser colocado em prática.

Os golpistas que rasgaram a Constituição, porque não houve crime de responsabilidade, não percebem que os coronéis midiáticos, porta-vozes da plutocracia internacional e chefes da burguesia nacional vão "ripar" quem tiver de destruir e derrubar, assim como estão a cooperar para que o MPF e a Justiça os processem e, por sua vez, os julguem.

Não há tergiversação quanto aos seus procedimentos, porque os magnatas bilionários da imprensa de mercado são os pilares principais do golpe e compreendem inteiramente que se responsabilizar e se comprometer com mais um crime contra a democracia e o Estado de Direito é um preço muito alto a pagar, como não deixam dúvidas os protestos contra o monopólio Globo nas ruas e na internet. Incidentes constantes e que há muito tempo acontecem, desde as "Diretas Já" de 1984. "O povo não é bobo abaixo a Rede Globo!" Lembra-se?

Os Marinho, sempre entre os principais conspiradores e promotores de golpes no Brasil, a exemplo dos golpes de 1945, 1954, a tentativa de golpe de 1961 e o desditoso golpe armado civil-militar de 1964, que durou 21 anos e permitiu que as famílias midiáticas, especialmente a dos Marinho, já muito rica e poderosa, enriquecesse em progressão geométrica e, por seu turno, montasse um poderoso monopólio midiático que se transformou em um estado dentro do estado para a desgraça do desenvolvimento do Brasil e de seu povo trabalhador.

Salvar michel temer da degola é obra difícil e repleta de acidentes políticos ao invés de geográficos e topográficos. A ser desse modo, evidentemente, que os plutocratas mais poderosos da América Latina e um dos dez mais poderosos do mundo não vão vacilar quanto à defenestração de políticos direitistas, mesmo os aliados, que tomaram de assalto o poder central sem que a presidenta Dilma Rousseff não cometesse quaisquer dolos, ou seja, não incorresse em crimes de responsabilidade.

Trata-se de um golpe midiático-parlamentar-judiciário e de um consórcio formado, inacreditavelmente, por juízes, procuradores e delegados da PF, que, absurdamente, partidarizaram-se para judicializar os projetos e as ações do Governo Dilma e criminalizar a política, um propósito ilegal e ilegítimo, porque, indubitavelmente, não se deve confundir o combate à corrupção com o impedimento de a presidente e seus ministros governar, porque legalmente, legitimamente e democraticamente autorizados a administrar o Brasil por intermédio de 54,5 milhões de votos, que foram criminosamente invalidados por políticos, empresários e servidores públicos do Judiciário, a ter o STF como o fiador do impeachment, ou seja, do golpe.

Se não fosse a parafernália midiática de direita e reacionária aos programas e projetos dos governos trabalhistas do PT, a oposição conservadora capitaneada pelo PSDB já estaria completamente derrotada, não porque existe a Lava Jato para ajudá-la politicamente, porque vergonhosamente blindada e protegida pelo STF, PGR e PF, mas, obviamente, por causa da atuação da imprensa de negócios privados, que se transformou em um partido político de direita poderoso e que jamais permitiu que Lula e Dilma governassem sem atribulações exageradas. 
 
Além do mais, a imprensa burguesa boicotou e censurou as obras importantes e muitas delas gigantescas de infraestrutura, bem como impediu, porque de uma mesquinharia e perversidade aviltantes, fossem também mostrados ao povo através de seus canais de televisão e por outras diferentes mídias.

Nada do que os governos petistas realizaram foi mostrado para o povo saber, sendo que inquestionáveis foram os avanços sociais, econômicos e diplomáticos conquistados pelo Brasil e seu povo nos últimos 12 anos, porque no 13º começou o golpe de fato, nas ruas e nos meios de comunicação.

No 14º ano dos trabalhistas no poder, o golpe de estado foi sacramentado e sancionado por uma Câmara corrupta, que agiu à vontade com a cumplicidade criminosa do sistema judiciário e a propaganda manipulada das famílias midiáticas, a ter à frente os Marinho que, sem dúvida e sem vacilar, detonarão qualquer que coloque em jogo o golpe de estado que está à espera no Senado. Pelo usurpador e traidor michel temer se fará tudo, mas pelos interesses do Brasil, nada. É assim que a banda toca e sempre tocou para os golpistas Marinho.

Só que tem um problema para tal famiglia: temer está mais sujo do que pau de galinheiro. Líder do PMDB, seu presidente nacional durante longos 15 anos, além de ter sido presidente da Câmara e vice do Brasil, o golpista Amigo da Onça (a cara dele, inclusive, é igual ao personagem de Péricles), evidentemente, que sabe de toda a corrupção do PMDB, do dinheiro ilegal para financiar as campanhas eleitorais, assim como tem conhecimento das propinas e das fortunas retiradas criminosamente das estatais.

Não sou eu que digo. São os fatos e as realidades. Além disso, ninguém é idiota, apesar de O Globo, os juízes, procuradores, delegados da PF e os tucanos pensarem que a sociedade brasileira é idiota e, quiçá, irremediavelmente ingênua. Só que não é; e todo mundo está vendo até onde essas pessoas pensam que vão, até porque credibilidade e honestidade não se compram nas prateleiras dos supermercados.

O esforço político do Partido da Imprensa para manter michel temer no poder é gigantesco e a família Marinho está disposta a passar por cima até de seus aliados com seu rolo compressor, porque o que interessa, volto a ressaltar, é garantir a deposição de Dilma e manter o fantoche sem voto, o medíocre temer, no poder.

Trata-se de um presidente interino golpista, como todo mundo sabe, que age à sombra da ilegalidade e da ilegitimidade, a demonstrar toda sua perversidade e patifaria quando prejudica os programas sociais e as obras de infraestrutura. O "governante" espúrio age como se tivesse sido referendado pelo voto popular e pleno de autoridade que ele não tem e nunca terá porque não é reconhecido como tal. Esta é a verdade. A mais verdadeira das verdades.

Para amenizar essa pantomima, fraude e farsa maior da história do Brasil, O Globo e empresas do grupo monopolista chegaram ao ponto por meio de seus jornalistas e comentaristas de evidenciar por meio de seus canhões midiáticos que o Brasil está melhor, a recuperar a economia e, inclusive, dispuseram-se a cumprir pautas no comércio e nas feiras para mostrar, de forma cretina e irresponsável, que os preços estão a baixar, e, quando não, passam a dar dicas, a exemplo de montar cestas de produtos "baratos" para a classe média coxinha e irresponsável, que tem a cabeça feita por essa gente, pois igualmente golpista.

A intenção é fazer pensar que "realmente" a vida vai ficar melhor por causa do golpe criminoso que elevou o estúpido michel temer aos píncaros da traição, da sordidez e da vileza, quando sabemos também que a casa grande não dá ponto sem nó, porque seu programa e projeto de País sempre foi tirar o máximo do povo para privilegiar e beneficiar a classe dos ricos e, com efeito, as grandes corporações nacionais e internacionais, principalmente as do mercado financeiro e petroleiras inglesas, francesas, holandesas e norte-americanas.

A verdade é que o golpe criminoso tem a finalidade de atender aos anseios das bancas nacionais e internacionais, além dos coronéis midiáticos, que, a despeito das tecnologias de seus conglomerados oligopolizados, agem e atuam como os coronéis latifundiários, que dominam suas cidades e regiões por meio do voto de cabresto.

A verdade é que os barões da imprensa comercial e alienígena igualmente controlam "votos" de cabrestos, principalmente no que concerne ao público de classe média, que bate panela de barriga cheia, viaja para Miami e valoriza a "meritocracia", contanto que o papai e a mamãe banquem o cursinho de inglês, o velho e bom colégio particular para depois ter garantida a vaga na Universidade Federal ou Estadual.

Depois o coxinha reaça e preconceituoso resolve prestar concurso público para o Legislativo, Executivo e Judiciário e comemorar entusiasticamente a aprovação, porque sabedor que não é mole ser empregado da iniciativa privada, porque geralmente ganha mal e ainda tem que lidar com chefes grosseirões, antiéticos, que defendem ferozmente, com unhas e dentes seus empregos, bem como ter de aturar o empresário dono da empresa que decide, a seu bel-prazer, mandar o empregado para o olho da rua, conforme o tempo e o clima, de acordo com sua vontade e similar a um projeto de pequeno Mussolini ou Pinochet. Conheci vários, e sei muito bem do que falo.

Para finalizar, quero afirmar o seguinte: O Globo faz a limpeza para salvar o golpe de estado, mas o problema é o michel temer não ser corrupto e vencer no Senado (a relembrar: o nome desse sujeito golpista e usurpador é sempre escrito em minúsculo por se tratar de um pigmeu moral, político  e citadino) para se garantir no poder por meio de um golpe. Ah, se a Dilma voltar... Ah, se o Lula for candidato... Ah, se o Senado acabar com a palhaçada...


Com certeza, o povo está vendo e a preparar seu julgamento pelas vias do plebiscito e do voto soberano, que foi draconianamente invalidado e desrespeitado. O grupo Globo, como ele, ao que parece, quer ser chamado agora, porque Organizações(?) é dose cavalar, é golpista. Essa gente mesquinha, antidemocrática, antinacionalista e antirrepublicana vai ter de comer um dobrado para manter o espúrio temer no poder e ao mesmo tempo manipular e dissimular sobre o golpe para garantir apoio do público mediano em forma de coxinha que a vê, a lê e a escuta. É isso aí.
 
.