sexta-feira, 24 de junho de 2016

Nº 19.710 - Líder do MTST ameaça o país: “Se houver impeachment e Lula for preso, não haverá um dia de paz”

.


24/06/2016 

 

Líder do MTST ameaça o país: “Se houver impeachment e Lula for preso, não haverá um dia de paz”

 

Diário do Brasil - 22/06/2016 

Resultado de imagem para Guilherme Boulos


Guilherme Boulos disse, [coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST)] afirmou ontem (22) que se houver impeachment da presidente Dilma e Lula for preso, o Brasil será “incendiado por greves, ocupações e mobilizações”

É isso mesmo que você está lendo. A ‘malandragem’ está ameaçando a nação. O comunista [provavelmente] sustentado com dinheiro público declarou:

“Não haverá um dia de paz do Brasil. Podem querer derrubar o governo, podem prender arbitrariamente o Lula ou quem quer que seja, podem querer criminalizar os movimentos populares, mas achar que vão fazer isso e depois vai reinar o silêncio e a paz de cemitério é uma ilusão de quem não conhece a história de movimento popular neste país. Não será assim”
 
‘Há setores do mercado que acham que vão tirar Dilma e vão fazer as “reformas estruturais” que se precisa para a sociedade brasileira. O escambau. Este país vai ser incendiado por greves, por ocupações, mobilizações, travamentos. Se forem até as últimas consequências nisso não vai haver um dia de paz no Brasil’, completou o anarquista, em entrevista coletiva junto aos coordenadores da Frente Povo Sem Medo.

.