quinta-feira, 9 de junho de 2016

Nº 19.598 - "Temer saabe lidar com bandidos e precisa salvar Cunha para manter seu governo respirando. Por Kiko Nogueira"

 

09/06/2061 

 

Temer sabe lidar com bandidos e precisa salvar Cunha para manter seu governo respirando. Por Kiko Nogueira


Dupla dependência



É bonito o cinismo do ministro Eliseu Padilha ao dizer que a gestão do interino não está envolvida no esquema para salvar o mandato de Eduardo Cunha.

“A independência entre os poderes faz com que essa pergunta não possa ser respondida pelo governo e, sim lá pelo Legislativo”, afirma.

“Interferência do governo é zero. O interesse que se tem hoje é que as instituições funcionem e a Câmara dos Deputados está funcionando normalmente.”

Padilha falava sobre a abdução de Tia Eron, do PRB, na votação do Conselho de Ética. Na véspera, ele e o presidente do partido de Tia Eron, ministro Marcos Pereira, se reuniram.

A sessão foi suspensa quando se notou que, com a ausência dela, quem votava era o suplente pau mandado de Cunha.

A oposição, sedizente preocupada com a operação, quer um encontro com Temer para ouvir mais mentiras. Ele mente, os outros fingem que acreditam.


A lealdade a Cunha passa pelo serviço prestado na aprovação do impeachment na Câmara, mas trata-se principalmente de uma questão de sobrevivência de Temer.

Em dezembro, ele arquivou um pedido de afastamento de Michel Temer baseado na assinatura de pedaladas. Sua ascendência sobre a Câmara é enorme e escandalosa.

Cunha sempre operou para os deputados (numa delação premiada, ele aparece junto à OAS pedindo dinheiro também para o atual ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves). Pode inviabilizar votações. E pode, eventualmente, cair atirando.

Teori Zavascki levou cinco meses para acatar o pedido de afastamento do homem da presidência da Câmara. Nesse período, ele obteve a medalha de ouro do impeachment.

Se mantiver o padrão, Teori vai se omitir até o resultado no Conselho de Ética. Enquanto isso, Cunha continua fazendo o que sempre fez, impunemente, e com todo o apoio da gangue de Temer.

(Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).
Sobre o Autor
Kiko Nogueira. Diretor-adjunto do Diário do Centro do Mundo. Jornalista e músico. Foi fundador e diretor de redação da Revista Alfa; editor da Veja São Paulo; diretor de redação da Viagem e Turismo e do Guia Quatro Rodas.