terça-feira, 9 de maio de 2017

Nº 21.389 - "PM DO PARANÁ PREPARA-SE PARA AÇÃO DO TIPO 'SA' NAZISTA"

09/05/2017

PM do Paraná prepara-se para ação do tipo “SA” nazista

dO tIJOLAÇO · 09/05/2017
sapmpr

Por Fernando Brito
Vídeos circulam na internet, promovidos por grupos fascistóides, exibindo os preparativos da Polícia Militar do Paraná para transformar em pancadaria a manifestação de solidariedade a Lula, amanhã.
Francamente, não me recordo de ter visto nada mais semelhante às marchas das SA – as Sturmabteilung que serviram a Hitler para ascender ao poder .
Na marcha batida, nos cânticos de guerra e nas ameaças feitas por um sargento no sergundo vídeo, v~e que estão sendo açulados para descer o porrete sem dó nem piedade.
O Governador tucano Beto Richa é diretamente responsável pelo que vier a acontecer – tomara que não – porque isso, se ele não está avisado, serve como aviso a quem tem o comando maior da força policial do Estado.
A juíza que determinou a montagem de um praça de guerra, que expõe suas idéias política de forma muito clara e parcial nas redes sociais também tem responsabilidade subsidiária, por dar cobertura judicial a este arreganho.
O Brasil é – ou foi – um país livre, onde há o direito de as pessoas se manifestarem, concorde-se ou não com o que preguem.
Hoje, na Folha, um advogado que não esconde sua hostilidade a Lula, Edward Carvalho, diz na Folha:
Meu apreço pela garantia de que todos possam se manifestar é maior que o resto; e meu respeito pelas regras democráticas, que nos permitiram chegar aonde estamos, é maior do que qualquer preocupação com tumultos ou antipatia política. A democracia, acima de tudo!
Se tumulto houver, é para isso que a polícia existe; e é para isso que o Judiciário é um Poder, ou deve ser; que não deve se apequenar ou acovardar; que não deve usurpar liberdades fundamentais sob alegados pretextos de segurança, mas com claros contornos políticos, pois manifestações favoráveis à Lava Jato (inclusive com ocupações públicas, aprovadas por seus ídolos) nunca foram objeto de preocupação.
Mas aqui há a “segurança”. Por ela, foram-nos retirados direitos e garantias por décadas. Sob seu falso manto, mata-se, tortura-se, calam-se vozes opositoras mundo afora e Brasil adentro.
Aí está a obra do golpismo político-judicial. Nosso país transformado numa Alemanha dos anos 30, com tropas de assalto prontas a distribuir porretadas em tudo o que lhe parecer “inimigo”.
Deprimente. Chocante, Repulsivo.
.