quarta-feira, 13 de julho de 2016

Nº 19.560 - "Câmara se desmoraliza em nova manobra pró-Cunha "

A decisão revoltou os membros do colegiado, que queriam votar hoje o recurso do deputado afastado.

 Os parlamentares passaram a gritar "manobra" e "vergonha" contra Serraglio, que é aliado de Cunha.
A votação do recurso estava prevista para esta quarta, para assim ser encaminhada para análise em plenário. Serraglio afirmou que "lamentava", mas que não podia atrapalhar a votação para presidente da Câmara, marcada para as 17h30.
 
"VERGONHA: Osmar Serraglio, presidente da CCJ e aliado de Cunha, quer encerrar sessão e convocar outra p/ amanhã quando ñ terá quórum", postou Erika Kokay (PT-DF) no Twitter, minutos antes do fim da sessão.

Serraglio saiu fugido do plenário, enquanto os deputados gritavam "queremos votar". Assista abaixo:

Os deputados também gritaram "vergonha" quando a sessão foi encerrada pelo aliado de Cunha: