sábado, 23 de julho de 2016

Nº 19.594 - "Bresser-Pereira ao 247: 'Esse impeachment é uma farsa jurídica' "

Nessa entrevista exclusiva ao 247, ele afirma que tanto pedaladas fiscais quanto a antecipação do Plano Safra não justificam o impeachment da presidente Dilma: “Isso tudo é bobagem! É farsa!”. Ele o atribui a Aécio Neves, à chantagem de Eduardo Cunha, a Temer e a Hélio Bicudo, “que perdeu a cabeça”: “O impeachment é uma irresponsabilidade de alguns pseudo juristas” disse ele. “O impeachment é absolutamente ilegal”. “O impeachment é uma farsa jurídica”. 

Concorda com a definição de que é um golpe parlamentar e antidemocrático, mas cujo objetivo não é instalar uma “ditadura de vinte anos”, mas um governo de direita que vai adotar políticas neoliberais, que nenhum outro país adota mais, o que é “patético” e não vai trazer de volta o crescimento econômico e sim provocar um arranhão na democracia “que vai ficar mais instável”. 

Ele acha que Sérgio Moro “destruiu a Petrobrás”, “ajudou a criar o clima para o impeachment” e adota, na Operação Lava Jato, estratégias que afrontam os direitos civis conquistados no século 18. Não vai conseguir, no entanto, acabar com Lula que é, para Bresser Pereira, o maior líder brasileiro desde Getúlio, porque “ele tem sete vidas”. “Eu gostaria muito que esse impeachment fosse rejeitado”, preconiza.   


Ver entrevista AQUI
.
.