quarta-feira, 13 de julho de 2016

Nº 19.562 - "BRICS vira RICS com o Braxit"

.
13/07/2016

BRICS vira RICS com o Braxit

Primeiramente, Temer é informante do Governo americano

 
Conversa Afiada - publicado 13/07/2016
 
bessinha eua.jpg


Por sugestão do amigo navegante Gustavo Santos, o Conversa Afiada recomenda a leitura de importante artigo do site “Russia and India Report”.

Trata-se de análise do destino do BRICS, agora sob a presidência da Índia.

O artigo chama logo a atencão para o fato de Michel Temer, na condição de líder do PMDB, ter fornecido “inteligência” (espionagem...) política ao National Security Council (NSA, Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca  , que o Cerra não sabe o que é), segundo telegramas de 11 de Janeiro de 2006 e 21 de junho de 2006.

Essas “inform
 ações” foram passadas ao Comando Sul das Forças Armadas americanas, com sede em Miami.

Continua o artigo: o novo “governo” brasileiro é pró-americano e, com a saída do Brasil - Braxit – do grupo, a alternativa será acrescentar a ele países como Indonésia, Malásia, Argentina, Nigéria e Egito.
A substituição do Brasil pela Argentina deve fazer o Brasil pensar um pouco sobre o novo realinhamento.
Se a NATO, diz o articulista, pode funcionar perfeitamente com 28 membros, os RICS, que são um grupo muito mais relevante que a NATO, também podem.

Os BRICS criaram um banco, “Novo Banco de Desenvolvimento” .
Com o Brasil de fora, sobra a Índia, como único país do grupo vulnerável à influência americana: a China é impenetrável e a Rússia expulsou o US AID e o British Council de lá.

Só para recordar, diz o articulista: a última vez em que os Estados Unidos instalaram um fantoche no poder foi em 2014, quando, num outro “golpe sem sangue”, o Presidente da Ucrânia foi destituído e substituído por um bilionário oligarca, num cenário parecido com o do Brasil.”
(Sobre a fortuna do Temer, ler a mais recente análise, do Marcelo Auler).


Temer não passa de um fantoche americano!, diz o artigo.

Em tempo: o artigo não menciona o Padim Pade Cerra. Como se percebe, o Cerra não passa de um fantoche do fantoche. E o FHC ? Deve ser o Vovô Fantoche.



PHA
.

.