sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Nº 20.379 - "Xadrez do golpe no golpe"


.
25/11/2016

 

Xadrez do golpe no golpe

 


 
 


A delação do ex-Ministro da Cultura Marcelo Caleró deflagra o primeiro passo da operação golpe no golpe.

Ontem, em Brasília, me relataram conversas de Eliseu Padilha em 2012, com um empresário conterrâneo, adiantando a estratégia de sua turma. Apoiariam Dilma em 2014 e no dia seguinte começariam a batalhar pelo impeachment.

O PSDB foi a reboque. Mas controlando o STF (Supremo Tribunal Federal) e o CNJ (Conselho Nacional de Justiça)  através da Ministra Carmen Lúcia, e o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), através de Gilmar Mendes, e a PGR (Procuradoria Geral da República) através de Rodrigo Janot, era questão de tempo para adiantar o golpe no golpe.

Ele veio com Marcelo Calero. Não se trata apenas de um diplomata que saiu do nada para o MinC. 

Trata-se de Marcelo Caleró, 4560, candidato a deputado federal pelo Rio de Janeiro em 2010, pelo PSDB.

Bastará agora ir fervendo o caldeirão até virar o ano. Virando o ano, o TSE resolve a questão e a Câmara partirá para eleger um presidente pela via indireta.

Amanhã desdobraremos mais esse Xadrez.


 _______________________________


PITACO DO ContrapontoPIG
.
Perspectivas mais sombrias para a era pós Temer. 
.
A esquerda unida tem que jogar duro - vale cotovelada, cusparada, ocupações, greves, confrontos, o escambau - para evitar que haja eleição indireta após a saída previsível do atual presidente usurpador.

E partir com o povo, no tranco,  para o tudo ou nada.
 .
___________________________________

..