segunda-feira, 31 de julho de 2017

Nº 21.982 - "MP quer “fatiar” caso Lula para aumentar pena"

.
31/07/2017

MP quer “fatiar” caso Lula para aumentar pena



Do Tijolaço· 31/07/2017


powergetulio


POR FERNANDO BRITO


A Força Tarefa Ministério Público, que não apresentou qualquer prova de que Lula tivesse participação em irregularidades cometidas nos contratos da Petrobras com a OAS  recorreu para que cada contrato gere uma condenação ao ex-presidente.

Contratos que, segundo disse Moro na resposta aos embargos apresentados pela defesa, também não têm ligação provada com o triplex do Guarujá:”Este Juízo jamais afirmou, na sentença ou em lugar algum, que os valores obtidos pela Construtora OAS nos contratos com a Petrobrás foram utilizados para pagamento da vantagem indevida para o ex-Presidente.”

Os procuradores, na sua ânsia insana de sustentar a “convicção” de que Lula, claro, é culpado de tudo e que tudo o que fazia na presidência tinha a finalidade de desviar recursos, chega a dizer que a aquisição, na planta, de um apartamento “meia-boca” no condomínio, era ” um plano traçado em 2005” para receber propinas sobre contratos – aqueles que Moro diz não serem origem da propina – que seriam firmados pela Petrobras em 2006 e em 2009, isso para receber um apartamento nove anos depois!

É a mesma tática de Carlos Lacerta, usada contra Getúlio Vargas há quase 70 anos atrás, quando Assis Chateaubriand abriu a ele a TV Tupi – que era a Globo de então – para ele fazer seu powerpoint que, na época, era num quadro negro.

.