segunda-feira, 11 de julho de 2016

Nº 19.843 - "Até o fim do ano, pré-sal será mais da metade do petróleo do Brasil"

 .

11/07/2016 

 

Até o fim do ano, pré-sal será mais da metade do petróleo do Brasil

 

NOVORECORDE

 
Por

Os dados da Petrobras divulgados hoje e relativos ao mês de junho, comparados aos divulgados semana passada pela Agência Nacional do Petróleo, referentes a maio, permitem estimar que a produção do pré-sal deve ter saltado de 37% para 40% do óleo produzido no país.

O pré-sal passou, segundo informa a Petrobras, de 1,146 milhão de barris de óleo-equivalente (petróleo + gás natural) para 1,24 milhão, crescimento de 8% em um mês.

Isso representa quase 42% do petróleo e gás produzidos pela Petrobras no Brasil (descontada a produção dos poços no exterior) que respondem, por sua vez, por 94% da produção nacional.

No segundo semestre, novos poços entrarão em produção na área central do campo de Lula, com a ligação ao navio-plataforma Cidade de Saquarema, que começa a operar ainda este mês, com a sucessiva interligação de poços sendo feita ao longo dos próximos meses, até atingir sua capacidade de 150 mil barris diários e a do Cidade de Caraguatatuba, que liga em agosto o seu primeiro poço na área de Lapa – que entra em exploração comercial, com um sistema com capacidade para até 100 mil barris diários.

Isso significa que, no último trimestre de 2016, o pré-sal ultrapassará a marca de metade do óleo produzido no país.

E a um custo ínfimo de produção, que já ficou abaixo, no primeiro trimestre de 2016, de 8 dólares por barril.

É o que vão surrupiar ao Brasil.

.