terça-feira, 12 de julho de 2016

Nº 19.845 - "PT decide não apoiar candidatos pró-golpe na Câmara"

:
Segundo o líder do partido na Casa, Afonso Florence (BA), o documento destaca a necessidade de a Câmara se reorganizar, com a retomada da credibilidade da presidência.

Florence disse que para receber o apoio dos petistas o candidato terá que se comprometer com o correto funcionamento das comissões e o respeito às minorias.

"O PT nunca cogitou apoiar um partido ou candidato golpista. Foi uma construção coletiva da bancada, um encaminhamento na média das posições apresentadas", disse.

O ex-ministro da Saúde Marcelo Castro (PMDB) é um dos nomes que poderá ser apoiado pelo PT.

Especulou-se no final de semana que os petistas poderiam apoiar Rodrigo Maia, do DEM.

.