domingo, 6 de novembro de 2016

Nº 20.236 - " 'Pega ladrão! Pega ladrão' "

.
06/11/2016

“Pega ladrão! Pega ladrão”

Denunciado na Operação Lava Jato por ter recebido da construtora Odebrecht propina de R$ 23 milhões, grana depositada à sorrelfa em banco suíço, o senador golpista e chanceler postiço José Serra tenta o aplicar o mais antigo golpe dos batedores de carteira. Aponta o dedo para o primeiro passante, grita “Pega ladrão! Pega ladrão!” e aproveita para sumir dos olhos da polícia.
 
captura-de-tela-2016-11-05-as-18-46-07


Denunciado na Operação Lava Jato por ter recebido da construtora Odebrecht propina de R$ 23 milhões, grana depositada à sorrelfa em banco suíço, o senador golpista e chanceler postiço José Serra tenta o aplicar o mais antigo golpe dos batedores de carteira.

Aponta o dedo para o primeiro passante, grita “Pega ladrão! Pega ladrão!” e aproveita para sumir dos olhos da polícia. Desta vez o alvo do conquistador barato (vide o episódio enológico com a senadora Kátia Abreu) é ninguém menos que o ex-presidente Lula.

 Em conluio com a revista Veja naquilo que os rábulas chamam de “societas sceleris”, Serra acusa Lula de estar planejando fugir do Brasil. Todos nós sabemos que a Justiça, no Brasil, farda mas não talha.

Mas como Deus é pai e o sangue de Jesus tem poder, mais dia menos dia o cadáver político de Serra, o Careca, passará boiando nas águas mefíticas do rio Tietê, endereço da revista dos Civita.
.
.