quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Nº 20.662 - "MST lança Lula ao Planalto; ele pede a deputados que investiguem envolvimento dos EUA com a Lava Jato e desmanche da Petrobras; veja o discurso"


11/01/2017


MST lança Lula ao Planalto; ele pede a deputados que investiguem envolvimento dos EUA com a Lava Jato e desmanche da Petrobras; veja o discurso


Do Viomundo - 11 de janeiro de 2017 às 14h43


Da Redação

Em evento do MST na Bahia, a candidatura do ex-presidente Lula ao Planalto em 2018 foi lançada informalmente, inclusive em fala do ex-governador Jacques Wagner.

Em seu discurso, o petista testou seu discurso de campanha dizendo que o foco da economia deve ser recolocado nos brasileiros, em todos eles.

“A elite perversa não sabe o valor de uma mulher com 100 reais para comprar comida”, afirmou.

O ex-presidente também adotou um tom fortemente nacionalista, denunciando o desmanche da Petrobras pelo governo Temer.

Lula conclamou os deputados petistas a, depois do recesso no Congresso, investigar o envolvimento dos Estados Unidos com a Operação Lava Jato e a entrega do pré-sal.

Usando suas tradicionais metáforas, disse que o Brasil parece com uma roda gigante parada: todo mundo querendo andar mas ninguém disposto a ligar a eletricidade.

O ex-presidente afirmou que espera receber “desculpas” dos que compram e vendam “as mentiras da Globo” sobre o envolvimento dele com corrupção.

Defendeu que todos podem disputar a eleição, “Temer, Serra, Morro, Grampinho [ACM Neto, prefeito de Salvador], os delegados [da Polícia Federal]”, mas que o golpe é inaceitável.

Prometeu andar o Brasil em 2017 para “recuperar o meu partido” e disse: “Não vou baixar a cabeça pra ninguém”.

No final: “Se preparem, se for necessário eu serei candidato outra vez”, “pobre não quer coisa de segunda, quer andar de avião e comer carne de primeira”.

Vejam acima a íntegra do discurso.

Leia também:

Aragão: A carona que o réu Temer deu ao juiz Gilmar
.