quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Nº 20.667 - "Produção do pré-sal já é de R$ 83 milhões por dia. Quem entrega isso, não é traidor?"


12/01/2017


Produção do pré-sal já é de R$ 83 milhões por dia. Quem entrega isso, não é traidor?


inutilpre1

Há  um ano, O Globo publicou um editorial mentiroso e entreguista sob o título de “O pré-sal pode ser patrimônio inútil“.
O “patrimônio inútil” fechou 2016 produzindo 56% de todo o petróleo e gás natural extraídos no Brasil, mesmo sendo ainda uma fronteira exploratória ainda muito pouco desenvolvida.
Foram 1,58 milhão de barris de óleo equivalente, somados líquido e gás, dos 2,82 milhões retirados no país.
Entre dezembro de 2015 e dezembro de 2016, a produção total do pré-sal aumentou nada menos que 45%. Em termos de indústria do petróleo, quando se trata de grandes volumes, isto é gigantesco.
O pré-sal, sozinho, seria hoje o 15° maior produtor de petróleo do mundo. Gera, por dia, US$ 83 milhões  em valores brutos, ou US$ 30 bilhões de dólares por ano, isso se não aumentasse em uma gota a quantidade de óleo extraído.
Mas tem capacidade comprovada de dobrar esta quantidade com a entrada em operação dos campos de Libra e de Franco.
Será que é preciso mais para que se veja que a entrega desta riqueza, como está se fazendo, desavergonhadamente, é um crime de traição nacional?

______________________

PITACO DO ContrapontoPIG
A propósito, qual é a pena para crime de traição nacional?
O povo brasileiro não pode assistir passiva e covardemente ao que ocorre nos nossos dias.
Não pode permitir que  - em desfavor e desgraça das futuras gerações -  um governo usurpador permita ou promova:
- a entrega do pré-sal e a "venda" da Petrobrás;

-- a condenação ao fracasso da educação e da saúde públicas; 

- a perda de direitos trabalhistas adquiridos através de lutas ao longo de décadas;
- o direcionando o país para  o caos e grande parte do seu povo para uma  pobreza crescente. 
- o aniquilamento da indústria naval;
- o direcionando o país para  o caos e grande parte do seu povo para uma  pobreza crescente. 
- que uma mídia golpista, canalha e corrupta faça a cabeça da maioria da sua população, deixando-a anestesiada enquanto uma elite entreguista, perversa, escravagista e corrupta  se torna ainda  mais rica;
 - o alinhamento automático aos interesses dos Estados Unidos, tornando o Brasil ainda menor e mais inexpressivo e ausente na integração da America latina e na participação no BRICS e no concerto das Nações.

Ou bem o país acorda e vai às urnas ou às ruas para o confronto, ou bem se ajoelha e dá as costas à chibata, caindo na subserviência.
______________________