sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Nº 20.680 - "Governo Temer recua de internet fixa limitada e Anonymous ataca Kassab"


13/01/2017 


Governo Temer recua de internet fixa limitada e Anonymous ataca Kassab


Jornal GGN - sex, 13/01/2017 - 18:48



Jornal GGN - Após a repercussão da notícia sobre Gilberto Kassab admitir que o governo vai regular a limitação da banda larga fixa até o segundo semestre de 2017, a Anatal disse à imprensa que o ministro cometeu um "equívoco" e que este tema não está no horizonte do governo Temer a curto nem a médio prazo.

Juarez Quadros, presidente da Anatel, frisou nesta sexta-feira (13) que a medida cautelar que proíbe as operadoras de limitar a quantidade de dados enviados e recebidos pelos usuários continua a valer.

As provedoras de internet querem criar pacotes com franquias limitadas e passar a cobrar o excesso dos usuários, algo que já é aplicado com a rede móvel.

Quadros ainda disse, em entrevista ao Estadão, que Kassab cometeu um "equívoco" ao fazer a afirmação sobre o assunto.

O tema, contudo, continua em análise na agência reguladora, embora não haja prazo para conclusão do estudo. "A Anatel não pode deixar de analisar o assunto", disse Quadros, "pois ele está relacionado à prestação e à fiscalização do serviço de banda larga fixa."

Após a polêmica, Kassab disparou uma nota à imprensa dizendo que "não haverá mudanças no modelo atual de planos de banda larga fixa, reiterando seu compromisso em atender o interesse da população e do consumidor."

O ministro foi alvo de ataques de uma célula brasileira do grupo hackerativista Anonymous, que resolveu vazar dados pessoas de Kassab e sequestrar a base de dados da Anatel como forma de aviso.

“O governo voltou atrás, mas o nosso aviso é permanente. Esse vazamento é uma pequena demonstração do que somos capazes de fazer contra um governo que parece ter perdido o medo do povo. Não tem problema, nós estamos aqui para lembrá-los”, escreveram na página oficial do grupo no Facebook.

Foram parar na redes dados como números de telefone e celulares, telefones de familiares, endereços, CPF e patrimônios de Kassab.
.