quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Nº 22.149 - "Funaro flecha Michel, gatinho e Primo Padilha"

.
23/08/2017

Funaro flecha Michel, gatinho e Primo Padilha

Doleiro é a arma do Janot para ferrar os aliados do Gilmar
 

Conversa Afiada - publicado 23/08/2017


T2.jpg

Informa o Estadão com Fabio Serapião, Beatriz Bulla e Fabio Fabrini - dessa vez não tem o concurso valioso do detentor do cobiçado troféu "Conexões Tigre":
- o Janot fechou o acordo de premiação delatada com o Lúcio Funaro, o operador financeiro do PMDB

- Funaro vai relatar a roubalheira do ladrão presidente, ou MT da lista de alcunhas da Odebrecht, onde se destaca o Careca, o maior dos ladrões.

- Funaro vai flechar o Primo Padilha, o gatinho angorá, o Geddel boca de jacaréHenrique Alves e Eduardo Cunha, cuja serventia para o Dr. Janot se expirou quando depôs a Presidenta honesta.

Até depor a Dilma, Janot deixou-o solto, para a alegria da Globo Overseas.

"O Funaro é o operador financeiro do Eduardo (Cunha) do esquema PMDB da Câmara, composto pelo presidente Michel, Eduardo, enfim, e alguns outros membros", 
disse Joesley Batista em seu depoimento, segundo o Estadão.

"Ele (Funaro) sempre dizia: 'Eu falo em nome do Eduardo e Eduardo é da turma do Michel'", afirmou o empresário, segundo o Estadão.

NAVALHA


É claro que, que ao chegar à Câmara, sob a batuta do Botafogo, os defensores do Michel sustentarão que o Michel acima referido morreu em 2009 na Califórnia.

Tinha o sobrenome Jackson.

Já o Adir Assad, que operou R$ 1,7 bilhão em roubalheiras, era especialista em tucanos de São Paulo.

Por coincidência, se dava muito bem com o Paulo Afrodescendente.

Assad está em cana provisoriamente: breve, também, fará uma premiada delação, para a alegria do Careca.

Em tempo: para identificar "os aliados do Gilmar", basta acompanhar sua peregrinação fora da agenda, aqui e aqui.

PHA
.