sábado, 1 de outubro de 2016

Nº 20.068 - "Quem desdenha quer vender… e baratinho. Parente desqualifica o pré-sal"

.

01/10/2016  

 

Quem desdenha quer vender… e baratinho. Parente desqualifica o pré-sal


Do Tijolaço · 01/10/2016
vendilhao1

 Por  

Pedro Parente deveria se dar por feliz se o chamassem apenas de ignorante.


Dizer que “endeusaram” o pré-sal, uma província petrolífera que, com apenas 9 anos desde a descoberta, produz tanto quanto hoje produz o lendário Mar do Norte, que fez a riqueza das nações nórdicas e sustentou a velha e decadente Inglaterra poderia ser coisa de quem merecesse este adjetivo.


Assim como comparar a Bacia de Santos à Bacia de Santos, não apenas muito menos produtiva quanto cansada pelos 42 anos de exploração, seria uma estultice para qualquer imbecilóide que olhasse a produtividade sempre acima de 20 mil barris/dia – e até 40 mil barris diários – dos apenas 100 poços (o Brasil tem 9 mil poços de petróleo) do pré-sal.
Onde a Petrobras perfura com uma taxa de quase 100% de sucesso, algo que não existe nem na Arábia Saudita.

Desqualificar o pré-sal, a maior reserva petrolífera encontrada neste no século em todo o mundo, poderia ser coisa de um imbecil.

Mas não é.

É de um vendilhão da pátria.

Parente merece o mesmo destino moral daqueles bonecos do sábado de Aleluia do Judas.
Quando se insurge contra a política de conteúdo nacional na exploração petrolífera, não está fazendo outra coisa senão trair o seu povo.

Não fazer os navios e as sondas no Brasil significa matar dezenas ou centenas de milhares de empregos,  empregos de brasileiros que nunca viveram à tripa forra como o Sr. Parente.

O Sr. Parente não é, portanto, imbecil .

Sabe o que está fazendo e para quem está fazendo.

E talvez mereça moralmente o destino imaginário  que deu Monteiro Lobato aos “caxambueiros”  que diziam não haver petróleo no Brasil, jogados ao  mangue para serem comido pelos sururus.

 ___________________________


PITACO DO ContrapontoPIG
 .
Revoltante e inaceitável ver a Petrobrás nas mãos de um ladrão cometendo crimes de lesa pátria querendo cinicamente vender o nosso futuro a preço de banana.
.
Não se pode assistir passivamente a tamanha aberração.  Tornou-se necessário  defender a Petrobrás e o Pré-sal com todas as armas. Literalmente.
.
_______________________________

.