segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Nº 19.706 - "Cerra: quem roubou foi o PSDB"

 

08/08/2016

Cerra: quem roubou foi o PSDB

E quem deve ao marqueteiro é o... PSDB!

 
Conversa Afiada - publicado 08/08/2016
 
 
SerraEnfiaram.jpg

Como é do conhecimento do mundo mineral, diria o Mino Carta, a Odebrecht comprou o Cerra por R$34 milhões.

Uma parte aqui, outra, "lá fora".

A parte que foi "oficialmente" para a campanha é dez vezes menor do que a que foi "por fora".

O Cerra era conhecido na contabilidade da Odebrecht como "Careca" ou "Vizinho".

O que talvez explique, parcialmente, de que ele vive.

Ao Estadão, o Padim Pade Cerra disse, nessa segunda feira 8/VIII, que quem roubou foi o PSDB: "a campanha foi conduzida na forma da lei e, no que diz respeito às finanças, era de responsabilidade do partido".

Ou seja, dane-se o PSDB!

É o mesmo que ele fez com as finanças da fracassada campanha presidencial de 2012, quando deu um retumbante cano no marqueteiro Luiz Gonzalez.

Aquela gloriosa campanha da bolinha de papel.

É uma divida de R$17 milhões.

E o partido se recusa a pagar, embora Gonzalez tenha vencido em todas as instâncias da Justiça.

Como diria o Ciro Gomes, o Cerra não tem escrúpulos.

Se preciso fora, continua o Ciro, passa com um trator por cima da mãe.

Por que não passaria por cima do PSDB?

E do Temer?


PHA
.