sábado, 3 de dezembro de 2016

Nº 20.438 - "Ricardo Maranhão: Parente vende um terço da Petrobras tendo como diretor de estratégia executivo “amorosamente” ligado à Shell; estatal sai dos biocombustíveis quando outras gigantes entram"

 

03/12/2016


Entregando empresas sadias e lucrativas  

 

Ricardo Maranhão: Parente vende um terço da Petrobras tendo como diretor de estratégia executivo “amorosamente” ligado à Shell; estatal sai dos biocombustíveis quando outras gigantes entram


Do Viomundo - 03 de dezembro de 2016 às 15h24

 
 

Da Redação

Um recente seminário no Clube de Engenharia, no Rio, sobre a Petrobras, o petróleo e o pré-sal, teve várias palestras imperdíveis.

Uma delas foi do engenheiro Ricardo Maranhão.

Tratou de temas que, obviamente, estão fora do radar da mídia corporativa, que fez intensa campanha contra a Petrobras e pela entrega do pré-sal.

As palestras ajudam a deixar claro que o principal objetivo do golpe foi este: desmontar a estatal e dar a grande descoberta na costa brasileira às multinacionais.

Maranhão vai um passo além: diz que é escandaloso que o novo “diretor de estratégia” da empresa seja executivo umbilicalmente ligado à Shell.

A Petrobras simplesmente desistiu dos biocombustíveis num momento em que todas as megaempresas do setor investem maciçamente neles, inclusive e especialmente no Brasil!


É o golpe para transformar o Brasil no quintal agrícola definitivo.

Assista à íntegra. Vale.


Leia também:
Samuel Pinheiro Guimarães: Brasil, província agroindustrial

.