quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Nº 20.012 - "Polícia Federal 'escolheu' dia da operação de câncer da mulher de Mantega para prendê-lo"

.

22/09/2016

 

Polícia Federal “escolheu” dia da operação de câncer da mulher de Mantega para prendê-lo

ordemmoro


Por
 

No post anterior, disse que monstros era pouco para definir aqueles que decidiram fazer a prisão de Guido Mantega no Hospital Sírio-Libanês, quando acompanhava sua mulher numa cirurgia para tentar livra-la de um câncer.

Disse e posso provar.

A ordem de Moro foi assinada – olhem acima – na manhã de 16 de agosto passado e para a expedição dos mandados faltava apenas a indicação dos endereços, o que, claro, é coisa mais do que sabida depois do imenso vasculhamento da vida do ex-ministro e dos outros acusados.

Portanto, um mês e uma semana para darem o endereço de algo tão urgente que merece prisão imediata?
Por acaso, só por acaso, no dia da cirurgia de câncer da sua mulher?

Tão vergonhoso, tão monstruoso que até Sérgio Moro teve de voltar atrás e revogar a prisão de Mantega
” Procedo de ofício, pela urgência, mas ciente de essa provavelmente seria também a posição do MPF e da autoridade policial. Assim, revogo a prisão temporária decretada contra Guido Mantega, sem prejuízo das demais medidas e a avaliação de medidas futuras”

Uai, Dr. Moro, se todos pensam assim, quem é que decidiu invadir o hospital para fazer a prisão?
O Japonês da tornozeleira?

Ainda existe vergonha e humanidade neste país em quantidade suficiente para permitir reconhecer monstros.

Nunca, como agora, a “República de Curitiba” vai se revelando como o que é: um antro de tiranetes, ávidos por espalhafatos.

.