terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Nº 20.462 - "A Ministra Cármem Lúcia preside o STF de que país?"

.
06/02/201

A Ministra Cármem Lúcia preside o STF de que país?



Por
 

A Presidente do Supremo Tribunal Federal  parece habitar outro país.

Disse hoje aos jornalistas que “não vê conflito entre os Poderes da República devido a decisões, como o afastamento liminar de Renan Calheiros da Presidência do Senado. “Os Poderes atuam de forma harmônica”, como está no site do STF.

Retratos da harmonia: o ministro do Supremo Marco Aurélio Mello manda afastar o presidente do Senado (e do Congresso).

Para Cármem Lúcia, “não foi uma decisão fora do comum”.

A Mesa do Senado, composta, além de Renan, por todos os representantes dos partidos que a integram, decide não acatar a ordem.

Mais cedo, outro Ministro, Gilmar Mendes, diz que Mello deveria sofrer impeachment ou ser declarado inimputável (louco, portanto).

Dra. Cármem, eu não sei mais o que é necessário para achar que existe uma crise institucional. Tiros, tapas, pontapés?

O terceiro poder da República, o Executivo, finge que não está nem aí, preocupado apenas em votar a PEC da Morte e fazer o “dever de casa”  para os investidores. Como, também para isso, apresentar uma proposta de aposentadoria – ou de fim da aposentadoria – que não passa nem neste Congresso transformado em mixórdia.

Aliás, é mais fácil que sirva de tábua de salvação para os deputados tentarem se salvar do opróbrio a que estão lançados.

A diferença entre as ruas do Rio, no bélico protesto de hoje, e os corredores de Brasília é só a falta de bombas de gás lacrimogêneo.

Falta de gás lacrimogêneo, não de lágrimas

..