terça-feira, 6 de setembro de 2016

Nº 19.885 - "Os 39 kg de cocaína de Escobar versus a meia tonelada do helicoca. Por Paulo Nogueira"

06/09/2016

 

Os 39 kg de cocaína de Escobar versus a meia tonelada do helicoca. Por Paulo Nogueira


Diário do Centro do Mundo - Postado em 06 Sep 2016


Image
Juntos.

Paulo NogueiraReflitamos juntos.

Pablo Escobar virou celebridade na Colômbia quando foi apanhado com 39 quilos de cocaína.
A imprensa colombiana notou: havia um novo rei do tráfico no país.

No Brasil, o helicóptero de um senador é apanhado com meia tonelada de pasta de cocaína e, bem, e não acontece nada.

A Polícia Federal, tão operosa e tão espetaculosa quando se trata de vazar informações ou pseudoinformações e de prender os suspeitos de sempre, não esclarece nada.

E a imprensa tratou o assunto como se tivesse sido encontrada meia tonelada de pasta de amendoim. (O único esforço de reportagem foi do DCM. Graças à contribuição de seus leitores, pudemos investigar o caso. Produzimos um documentário que pode ser visto aqui. O responsável pelos trabalhos, Joaquim Carvalho, está agora investigando a Lista de Furnas, e outra vez pedimos sua ajuda para financiar a reportagem.)

Em suma: 39 quilos semearam a fama mundial de Escobar. Meia tonelada semeou coisa nenhuma.
Há uma única razão para isso.

É que o dono do helicóptero, o senador Perrela, é amigo de Aécio.

Blindagens se transmitem.

E amigo de baladas, como mostram fotos em que os dois não estão exatamente sóbrios.
O silêncio criminoso da mídia sobre o helicoca veio em hora boa para Aécio, em plena campanha presidencial.

Isso tem que ser lembrado sempre: Aécio conseguiu perder mesmo com uma operação fabulosa de favorecimento pela imprensa.

Mas o helicoca sobreviveu na mente e na consciência de quem não se deixa manipular por jornais e revistas altamente comprometidos.

Meses atrás, Luciana Genro evocou-o numa treta no Twitter com Feliciano.

Luciana defende, com razão, a descriminalização das drogas. Pablos Escobares nascem exatamente da guerra às drogas.

Ela expôs sua tese no Twitter. E afirmou que há traficantes até no Congresso.

Feliciano pediu que ela explicasse isso. E ela citou o helicóptero do senador Perrela.

O resultado é que quem teve dor de cabeça com o helicóptero não é seu dono, mas Luciana. Perrela foi recompensado por Temer por seu apoio ao impeachment. Seu filho arrumou uma sinecura na CBF.
E então nós ficamos assim.

Menos de 40 quilos consagraram o banditismo histórico de Pablo Escobar – cuja história você pode ver na brilhante série Narcos, da Netflix, agora na segunda temporada.

Meia tonelada de pasta consagrou a impunidade de um certo grupo privilegiado de brasileiros para os quais pau que bate em Chico não bate em Francisco.

O texto acima foi publicado originalmente neste mesmo dia de 2015. É republicado agora, com ligeiras adaptações, por ocasião do lançamento da segunda temporada de Narcos.

Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.Clique aqui e assine nosso canal no youtube

Sobre o Autor
 Paulo Nogueira. Jornalista, undador e diretor editorial do site de notícias e análises Diário do Centro do Mundo.
.